domingo, abril 4

Instituição falida?

Meus pais e o casamento

Para viver um amor basta aceitá-lo que ele vem! Vem! Aos poucos, sorrateiro; te devorando, te iludindo...
 Vem em forma de suspiros, afirmações, felicidade e contentamento.
Para viver o casamento, basta aceitá-lo que ele vem! Vem??  E num ritual de passagem ele marca o fim do amor "libertino" para o ínicio do amor "eterno"... Não que o amor antes ao casamento seja finito, mas a diferença se remete ao fato de, um ser "eterno enquanto dure" e o outro "serem felizes para sempre, até que a morte os separe"...
Ao contrário do amor, o casamento transmite obrigação, acordo, um tratado de"paz"... Um contrato firmado com ou sem separação (total) de bens... Meu Deus, o casamento é uma instituição.
Não estou aqui querendo acabar com a alegria de muitas (99,99%) mulheres, muito menos querendo racionalizar os fatos. O casamento é um ritual de passagem sim, ao qual nos submetemos ao delírio. O casal já entra com pé direito na casa nova e com  zero a esquerda na conta bancária. Tenta, em vão, escolher os melhores padrinhos já pensando nos presentes. A desilusão já começa por ai. Sem contar na sogra que, sempre achará que vc nunca será mulher (homem) suficiente para seu filho (a).
Esses dias conversei com meu pai e ele me confessou: - Não acredito nos casamentos atuais, eles são uma instituição falida.
 Meus pais estão casados a 30 anos... 30 anos! Eu poderia tê-los como exemplo, ainda mais, deveria ser mais otimista,ainda que, numa sociedade como essa, falar que pais estão casados até hj é motivo de vitória.Coisa rara de se ver.
Aprecio meus pais pela cumplicidade, o amor e a amizade que permanecem e bem sei que sexo ali existe.
Das amigas de colégio, de sete, cinco têm pais divorciados. Eu já imaginava o dia em que escolheria aonde passar o fim de semana, quem iria me buscar na escola. Quem ficaria comigo no meu aniversário. Eu queria ser igual as minhas amigas, queria ser "aceita" na tribo delas. Mas não, meus pais nunca tiveram uma conversa séria comigo! E me tornei uma criança frustrada. Pq era "diferente' das outras. Pq meus pais são felizes! Pq eles são livres!
Não quero perder as esperanças, mas tb não quero jurar nada a alguém. Quero sim, a minha liberdade de ver o outro livre. Eu quero te amar, mas isso não significa que vc se faça de disponível sempre. Quero sentir sua falta, a saudade é o tempero mais picante num relacionamento.
Quero sim, um dia casar, mas não com todo esse glamour e juras de amor eterno. Quero que seja menos traumático, que seja ponderado, aos poucos, sem data certa pra começar. Sem data, assim como acontece o amor! Ou vc consegue escolher o dia pra amar alguém?  
Chega desse sermão e promessas como se fossem julgamento: "ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe."
Quero viver outro fundamento: ser fiel aos meus princípios, pois quando estiver triste talvez nao seja sua culpa, só peço que entenda e q aquele quarto destinado ao computador seja meu em algumas vezes, só meu. Aceite minha solidão, assim como aceito suas manias.
Saibamos dizer o "Não" com delicadeza e bom-humor.
Que se passo por uma fase ruim, não faça interrogatórios, a melhor maneira de ajudar o outro é o silêncio. E se for pra faalr, será dito.
E que assim seja  eterno enquanto durar....
E que enquanto dure vc seja livre o bastante para amar!!! me amar!
Sem mais, eu os declaro: Homem e Mulher !

4 comentários:

Paulo Tamburro disse...

OI TATIANA ,

E PARA AS GORDAS.

O NOSSO BLOG " HUMOR EM TEXTO " SAI NA FRENTE EM DEFESA DA MULHER GORDA, DISCRIMINADA.

MULHERES NÃO SÃO APENAS AQUELAS DE CORPO ESCULTURAL E ALGUMAS RESULTADO DE DEMORADAS INTERVENÇÕES CIRÚRICAS.

AS MULHERES SÃO TODAS!

NOSSA CAMPANHA É COM HUMOR MESMO, MAS VERDADEIRA!

NA NOSSA CRÔNICA SEMANAL DE HUMOR, ESCREVEMOS:

"QUERO UMA GORDA GOSTOSA"

JUNTE-SE A NÓS E VIVA AS DIFERENÇAS.

ESPERAMOS POR VOCÊ !!!

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Vitor Hugo disse...

Ow tio Luis pareceo q tah c/ um terno de quadrilha d festa junina...hauahuahauhaua
tutiiiii sempre viajando cntg
bjaum

Tatiana disse...

Vitinho, meu pai é estilo puro! Adorei essa roupa é pq vc nao viua calça q ele estava usando! Adorei a roupa do meu pai,tá!! Casaria fácil com um homem q se vestisse assim! rs

Tatiana disse...

Vitinho, meu pai é estilo puro! Adorei essa roupa é pq vc nao viua calça q ele estava usando! Adorei a roupa do meu pai,tá!! Casaria fácil com um homem q se vestisse assim! rs